Novas possibilidades para o tratamento da Doença de Alzheimer experimental

Data: 10/11 às 9h
Local: Anfiteatro Prof. Dr. Ivo Torres, Bloco A, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP)
Inscrições: no local.


No dia 10 de novembro, às 9h, o professor Foo Y. Eddy Liew, da Universidade de Glasgow, Reino Unido, realizará a conferência "Novas possibilidades para o tratamento da Doença de Alzheimer experimental: pesquisa e resultados da Interleucina 33", no anfiteatro Prof. Dr. Ivo Torres, Bloco A, da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto (FEA-RP).

Na Doença de Alzheimer, o acúmulo de pedaços da proteína beta-amiloide forma placas que dificultam o contato entre as células neuronais e perturbam as funções fisiológicas do cérebro, incluindo disfunção sináptica e lesão neuronal. 

Outra característica da doença é o mau funcionamento dos filamentos responsáveis pelo transporte de nutrientes das células neuronais, em decorrência da formação de emaranhados neurofibrilares que acabam torcendo ou rompendo os filamentos. 

Esses dois fatores resultam em perda de memória, comprometimento da capacidade motora, dificuldades no raciocínio e prejuízo dos julgamentos.

Na conferência, o professor Liew irá explicar como a pesquisa desenvolvida pelo seu grupo conseguiu reverter grande parte desses sintomas em ratos transgênicos, criados para desenvolver uma doença progressiva semelhante à Doença de Alzheimer, utilizando injeções diárias da proteína Interleucina 33 (IL-33).

O grupo de Liew observou que a IL-33, aparentemente, ativou as células imunes do cérebro, direcionando-as para as placas amiloides. Essas células, junto com a enzima neprilisina, rapidamente absorveram as placas. Os estudos mostraram também que além de reduzir as placas já formadas, a IL-33 ajudou a prevenir a formação de novas placas e emaranhados.

A conferência será em inglês e é uma realização do Instituto de Estudos Avançados da USP, Polo Ribeirão Preto (IEA-RP), Centro de Pesquisas em Doenças Inflamatórias (CRID) e Programa de Pós-Graduação em Farmacologia da Faculdade de Medicina da USP Ribeirão Preto, com o apoio da Rádio USP Ribeirão Preto.

Sobre Foo Y. Eddy Liew: Graduado em Química pela Universidade de Monash, Melbourne, doutor em Imunologia pela John Curtin School of Medical Research, da Universidade Nacional da Austrália. Tornou-se Chefe do Departamento de Imunologia da Universidade de Glasgow em 1991 e foi o diretor fundador do Centro de Investigação Biomédica Glasgow. É membro da Royal Society de Edimburgo, da Academia de Ciências Médicas e da Royal Society. Recebeu o Prêmio Sheikh Hamdan for Medical Research Excellence em 2002 e foi presidente da Federação Europeia das Sociedades de Imunologia.  Foi editor-chefe do European Journal of Immunology, presidente do Congresso Europeu de Imunologia 2012 e preside o Painel de Pesquisa em Biomedicina, Hong Kong. Atualmente é professor do Instituto de Infecção, Imunidade e Inflamação da Universidade de Glasgow.

Fotos: