Cidades Globais

Data: 18/09 às 15h
Local: Anfiteatro Pedreira de Freitas, 1º andar do prédio central da FMRP-USP
Inscrições: Clique aqui


Cidades globais influenciam outras cidades do mundo com sua inovação, seu nível educacional, sua cultura e seu bem-estar, entre outros itens. No Brasil, apenas São Paulo figura entre as 35 principais cidades globais mundiais. 

Mas o que fazer para que outras cidades brasileiras alcancem esse status, que pode também contribuir para uma melhor qualidade de vida do cidadão? Para discutir esse tema, o Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto realiza a conferência Cidades Globais, com o presidente da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP) Marcos Buckeridge.

Ele vai falar sobre o Programa USP Cidades Globais, do qual é coordenador. Desenvolvido no Instituto de Estudos Avançados da USP em São Paulo, ele reúne especialistas de várias áreas e unidades da USP para entender melhor a metrópole paulistana como um sistema complexo. O programa busca criar um espaço de diálogo e sugerir políticas públicas em diversos setores que contribuam para a melhoria de vida da população.

Marcos Buckeridge é biólogo com PhD em Bioquímica de Plantas pela Universidade de Stirling, na Escócia. É professor de Fisiologia Vegetal do Departamento de Botânica do Instituto de Biociências da USP, onde estuda vários aspectos do metabolismo vegetal. Desde 2009 é coordenador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia do Bioetanol. Em 2008, foi eleito membro titular da Academia de Ciências do Estado de São Paulo (ACIESP) e atualmente é presidente da instituição. No Instituto de Estudos Avançados, é coordenador do Programa USP Cidades Globais.


Mais informações sobre o evento: jhenrique@usp.br ou (16) 3315-0368.