Terapia Celular no diabete melito: onde estamos?

Data: 25/09 às 10h
Local: Salão de Eventos do Centro de Tecnologia da Informação da USP Ribeirão Preto (CeTI-RP)
Fotos: Clique aqui



Uma das iniciativas de maior impacto no tratamento do diabete tipo 1 é desenvolvida na Unidade de Terapia Celular do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da USP, em colaboração com o Centro de Terapia Celular (CTC). 

Para aprofundar a discussão do tema, o CTC realiza em parceria com o Instituto de Estudos Avançados Polo Ribeirão Preto (IEA-RP) o seminário Terapia Celular no diabete melito: onde estamos?

No Brasil 18 milhões de pessoas sofrem com diabete. Esse número cresceu 62% só na última década. Cerca de 90% dos casos são de diabete do tipo 2, que ocorre por resistência à ação da insulina e tem a obesidade entre as principais causas. Os casos restantes são de diabete tipo 1, uma doença autoimune que leva o sistema imunológico a atacar o pâncreas do paciente, destruindo as células beta, que produzem insulina.

O trabalho em Ribeirão Preto foi idealizado pelo pesquisador Júlio Voltarelli e passou a ser conduzido por um grupo de pesquisadores que incluem a professora Maria Carolina de Oliveira Rodrigues e o endocrinologista Carlos Eduardo Barra Couri, que conduzirão o seminário. O estudo mostrou na primeira fase, entre 2003 e 2011, avanços no tratamento que levaram à suspensão do uso de insulina em alguns pacientes ou à redução das injeções diárias.

Serão abordados no encontro temas como terapia com células-tronco, implante de células pancreáticas artificiais, bombas eletrônicas de insulina, aplicação por via oral ou nasal e monitoramento da glicemia por escaneamento. Mais informações: ctcusp@gmail.com ou (16) 2101 9350.

Maria Carolina de Oliveira Rodrigues: Médica formada pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (USP), especialista em reumatologia. Especializou-se em transplante de células tronco hematopoéticas no Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto - USP. Desde 2013, é professora doutora da Divisão de Imunologia Clínica, Departamento de Clínica Médica, da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - USP. 

Carlos Eduardo Barra Couri: Médico formado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Juiz de Fora, especializado em Endocrinologia na USP. Pesquisador clínico da Unidade de Terapia de células estaminais do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto. Responsável pelo manejo clínico de protocolos de pesquisa envolvendo terapia com células-tronco em humanos com diabetes mellitus.